UFMG

Programa - Ações

Extensão

O PPGCOM tem estimulado e investido na realização de projetos de extensão, com a participação de docentes e discente do Programa. Estes projetos contam com modalidades distintas de articulação, como a presença nas equipes de bolsistas e estudantes voluntários, objetivando o alicerçamento de diferentes práticas comunicativas, bem como saberes e práticas fundamentais à formação profissional dos alunos de graduação. Assim, através de todas essas ações, o PPGCOM pode proporcionar uma formação mais consistente e aprofundada aos graduandos, que se beneficiam das conquistas das pesquisas realizadas por seus docentes, tanto no que tange seus conhecimentos teórico-conceituais, quanto ao exercício de procedimentos metodológicos. Em 2018, professores do programa se envolveram em 25 projetos de Extensão.

Coordenado pela Professora Sônia Pessoa, e com participação das professoras Camila Mantovani e Ângela Marques, o projeto Eu existo e me movo: experiências e mobilidade de pessoas com deficiência procura convidar os alunos e participantes envolvidos a olhar para os sujeitos diante das vulnerabilidades sentidas e percebidas pela sua condição de pessoa com deficiência no espaço urbano, contribuindo para a ampliação de nosso entendimento sobre a deficiência.

Tudo bem ser diferente: Rádio e Inclusão Social da Pessoa com Deficiência é um projeto coordenado pela professora Sônia Pessoa e com apoio da Fapemig, avalia formas de inclusão social por meio do rádio e mídias digitais, desenvolvendo produtos audiovisuais que explorem experiências de pessoas com deficiência para veiculação na Rádio Terceiro Andar e no blog Tudo Bem Ser Diferente.

O projeto de ensino Deliberação nas Escolas Públicas: criando capacidades deliberativas, coordenado pela Professora Rousiley Maia e com participação de Ana Carolina Vimieiro, Fernanda Sanglard e Regiane Garcez, consiste na primeira experiência no Brasil de um programa de educação cidadã a partir do conceito de deliberação. Tem por objetivo contribuir para reflexões e práticas da educação cidadã no Brasil, a fim de atuar na capacitação deliberativa para a resolução de vulnerabilidades sociais através de workshops realizados com professores e alunos de escolas públicas das cidades de Belém (PA) e Belo Horizonte (MG). O projeto, que tem financiamento e apoio de CNPq, Capes e da Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais, obteve em 2018 o Prêmio Direitos Humanos, concedido pelo Ministério dos Direitos Humanos.

Laboratório de Análise de Acontecimentos (GRISLAB) é um projeto que existe desde 2013, sob coordenação das professoras Paula Simões e Vera França apoiado pelo CNPq e FAPEMIG, envolvendo alunas e alunos da graduação e da pós-graduação. Analisa acontecimentos que irrompem no cenário contemporâneo, as reverberações da ocorrência, os sentidos acionados pelo acontecimento, bem como os valores e normas do contexto contemporâneo que são evidenciados por ele.

A Revista Bem-Te-Vi - TV, América Latina e Contemporaneidade é um projeto de extensão coordenado pela professora Simone Rocha dedicando-se à elaboração de ensaios críticos sobre o audiovisual televisivo tanto em suas relações com o contexto político e cultural contemporâneo quanto com outras mídias. Os ensaios são publicados na plataforma Medium

O projeto Teoria em prosa: saberes em comunicação, coordenado por Bruno Leal e com participação de Sônia Pessoa, Camila Mantovani e Phellipy Jácome, envolve a produção de podcasts com entrevistas com pesquisadores da Comunicação, a partir de artigos específicos, com vistas a introduzir e debater pesquisas em andamento e ampliar seu diálogo com públicos diversos.

Transite é um projeto coordenado pelo professor Bruno Leal e com participação dos professores Carlos Alberto de Carvalho e Elton Antunes (financiamento Fapemig) tendo como objetivo o desenvolvimento de uma revista digital e implantação de práticas e processos laboratoriais, de qualidade jornalística e no âmbito da UFMG, que se articulem, registrem e difundam as diferentes realidades culturais de Belo Horizonte, privilegiando o trânsito, as táticas, os espaços de sociabilidade e as narrativas das pessoas comuns.

O projeto Rádio e futebol: experiências de transmissão da copa do mundo, coordenado pela professora Sônia Pessoa, tem o objetivo de realizar cobertura, debates e mesas redondas de partidas pré-definidas da Copa do Mundo FIFA 2018 a partir de um conjunto de experiências envolvendo estudantes da Web Rádio Terceiro Andar e a Rádio UFMG Educativa.

O Projeto Rádio e Engenharia: Experiências de estudantes em áreas urbanas e rurais de Minas Gerais, coordenado pela Professora Sônia Pessoa, tem o objetivo de proporcionar a estudantes dos cursos de Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Comunicação Social, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda, entre outros, a oportunidade de viajar para cidades mineiras para participar de atividades que articulam duas grandes áreas, a Engenharia e a Radiodifusão. O projeto também se insere em ações do PEENSO (Programa de Extensão Engenharia-Sociedade), do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental e do NESol (Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão), da Escola de Engenharia da UFMG.

Pluraliza UFMG é um projeto coordenado pela professora Luciana de Oliveira e com as participações das professoras Joana Ziller e Regiane Garcêz que visa a construção de uma universidade mais plural e uma visibilização mais intensiva de seus protagonistas: alunxs, professorxs e técnicxs negrxs, indígenas, quilombolas, trans, gays, lésbicas, estrangeirxs, pessoas com deficiência e surdxs, moradorxs das periferias e de ocupações urbanas assim como mestrxs de culturas tradicionais e populares. A ideia é, por meio das mídias da universidade, ocupadas por grupos, coletivos e sujeitxs silenciadxs e apagadxs nas histórias e memórias oficiais e midiáticas, criar um ambiente de trocas de saberes entre elxs, xs profissionais que nelas trabalham e professorxs do Departamento de Comunicação.

O Projeto Formação Transversal em Saberes Tradicionais da UFMG, coordenado pelo professor César Guimarães e com a participação dos professores André Brasil, Luciana de Oliveira e Renata Marquez (PPG Arquitetura), oferece recursos, subsídios e infraestrutura para que as mestras e mestres das culturas indígenas, afrodescendentes e populares ofereçam cursos abertos aos alunxs de todos os cursos de graduação da UFMG.

Suporte de comunicação pró-reitoria de extensão da UFMG, coordenado pelo professor Eduardo de Jesus e com participação da professora Cláudia Mayorga é um projeto que prevê o planejamento, desenvolvimento e implantação de ações de comunicação na Pró-Reitoria de Extensão da UFMG para divulgação e visibilidade das atividades desenvolvidas.

O Projeto Relações Públicas no Cinema: construções de experiências didáticas colaborativas, coordenado pelos professores Márcio Simeone e Daniel Reis (UFSM), integrantes do Grupo Mobiliza, visa promover a construção colaborativa de experiências didáticas orientadas para a reflexão crítica de temáticas contemporâneas abrangentes de Relações Públicas e Comunicação Organizacional a partir de obras cinematográficas, televisivas e audiovisuais, constituindo o Portal Relações Públicas no Cinema (Portal RPC).

O projeto Suporte de Comunicação para o Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha, coordenado pelo prof. Márcio Simeone, presta assessoria de comunicação para o Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha, da Pró-Reitoria de Extensão da UFMG. Auxilio no planejamento de comunicação com: produção de informativos impressos e digitais, manutenção de interações em mídias sociais digitais, planejamento e produção de eventos, criação visual e planejamento gráfico, apoio a publicações científicas, apoio comunicacional a projetos integrados no Polo Jequitinhonha.

Forumdoc.UFMG - mostra e seminário temático é um projeto coordenado pela professora Cláudia Mesquita, tem sido espaço para difusão, reflexão, atualização e partilha do cinema documentário em Belo Horizonte. Criado pelo esforço conjunto de professores e alunos da UFMG, o evento conta, desde a sua fundação, em 1997, com a parceria da Universidade, desenvolvendo parte de suas atividades no Campus, desenvolvendo ações que descentralizem e distribuam, ao longo do ano, as exibições e debates do forumdoc.bh. Entre essas ações, destacamos o 'circuito doc' (voltado a exibição de filmes em espaços periféricos e alternativos de Belo Horizonte, em parceria com lideranças locais) e a realização de uma mostra-seminário temático, que faça interagir pesquisadores e debates dos campos do cinema documentário e de diferentes áreas das ciências humanas e sociais, durante o forumdoc.bh (realizado anualmente pela Associação Filmes de Quintal, no mês de novembro, no Cine Humberto Mauro e na UFMG).

Transmídia educação parceria Brasil/Moçambique para desenvolvimento de campanha é um projeto coordenado pela professora Geane Alzamora busca estabelecer parceria acadêmica na área de Comunicação Social/Jornalismo entre Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil), Centro Universitário de Belo Horizonte (Brasil) e Escola Superior de Jornalismo (Moçambique), no âmbito de convênio já existente entre Escola Superior de Jornalismo e Universidade Federal de Minas Gerais, para a realização de campanha transmídia de viés educativo a ser efetuada em escolas públicas de Moçambique. Centra-se na perspectiva de construção colaborativa, interinstitucional, intercultural e interdisciplinar. Em Moçambique, a equipe, em formação, é coordenada pelos professores Eulálio Feliciano Mabuie e Alexandre Dinis Zavala, ambos da Escola Superior de Jornalismo.

O projeto Parceria Timor/Brasil para Comunicação de Interesse Público coordenado pela professora Geane Alzamora, envolve cooperação internacional, por meio do desenvolvimento de uma campanha de comunicação para a saúde pública adequada às realidades do Brasil e do Timor Leste. Enquanto projeto de extensão, o plano prevê ações de ensino e pesquisa no âmbito das escolas de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais e da Universidade Nacional do Timor Leste (sob coordenação da Prof. Dominica Dwikori). Centra-se na perspectiva de construção colaborativa, interinstitucional, intercultural e interdisciplinar. Além disso, inscreve-se no âmbito de investigações em curso no Núcleo de Pesquisas em Conexões Intermidiáticas (http://nuccon.fafich.ufmg.br/), vinculado ao Centro de Convergências de Novas Mídias (CNPq/UFMG). A proposta tem como metas o desenvolvimento de atividades didáticas do Projeto de Ensino Laboratório de Convergência (http://nuccon.fafich.ufmg.br/labcon/), vinculado ao NucCon/CCNM. A pesquisa foi contemplada pelo PAPCI - Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG, Chamada 006/2016.

Conexões: Comunicação institucional no cenário contemporâneo é um projeto coordenado pela professora Geane Alzamora e com participação de Sônia Pessoa e Carlos Mendonça, sistematiza experiências do Cedecom com produções multimidiáticas, envolvendo profissionais de seus diferentes núcleos produtores de conteúdo jornalístico: Agência de Notícias, Web, TV UFMG, Rádio UFMG Educativa. Reordena fluxos e processos de produção no âmbito do Centro de Divulgação e Comunicação e permite formação complementar de estudantes de diferentes cursos, tais como Cinema de Animação, Design, Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

Centro de Memória do Rádio, coordenado pelos professores Graziela Valadares e Nísio Teixeira, com participação da professora Maria Aparecida Moura, é um projeto que tem por objetivo constituir um acervo de registros sonoros, fotografias e documentos históricos a serem digitalizados como lugar de memória do rádio em Minas Gerais, a partir do material da Rádio Inconfidência, uma emissora de rádio pública no ar há mais de 80 anos.

Memória LGBT em BH, coordenado pela professora Joana Ziller, com participação do professor Marco Aurélio Prado (PPGPSI-UFMG), é um projeto que busca o registro e compartilhamento de documentos históricos relacionados à comunidade LGBT em Belo Horizonte. Para tal, prevê a montagem de repositório digital composto por documento tais como panfletos, colunas de jornais, notícias, entre outros.

O Programa Conexão de Saberes, coordenado pela professora Claudia Mayorga (PPGPSI-UFMG) e com participação da professora Maria Aparecida Moura, tem caráter de ação afirmativa e atua para o fortalecimento da trajetória acadêmica e política de estudantes de origem popular e negros a partir de um debate acerca da democratização da universidade. O programa também busca a troca de saberes e fazeres entre a universidade, comunidades populares e grupos sociais excluídos através de atividades de ensino e pesquisa. Atualmente, o Conexões de Saberes é divido em três grandes eixos: Democratização da Universidade; Memória do Aglomerado da Serra e, ainda, Juventude e Redes de Informação e Comunicação.

O projeto Memórias da Comunicação Social, coordenado pelo professor Nísio Teixeira e com participação dos professoras Bruno Martins, Phellipy Jácome, Regiane Garcez e Vanessa Veiga é uma ação do Departamento de Comunicação Social (DCS) da Fafich-UFMG que tem como propósito a pesquisa, recuperação e disponibilização estratégica de informações relacionadas à trajetória dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação ligados ao DCS.

O projeto Suporte de Comunicação para o Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha, coordenado pelos professores Phellipy Jácome e com participação da professora Vanessa Veiga, é marcado por um forte viés interdisciplinar, por ações em conjunto com a comunidade do Vale e pela atuação diversa em áreas como saúde, educação e desenvolvimento. A busca por fluxos de comunicação que possibilitem a integração e o relacionamento entre os múltiplos públicos contemplados pelo Programa Polo originou o Suporte de Comunicação. A partir dessa demanda, o Suporte vem desenvolvendo estratégias de comunicação para a criação de vínculos entre os integrantes, parceiros e projetos do Programa Polo, através de estratégias de mobilização social, privilegiando o saber das comunidades e envolvendo a população local como agentes produtores de comunicação.

O projeto Observatório Latino-americano de Comunicação e Deficiência, coordenado por Regiane Garcez em parceria com as professoras Sandra Meléndez-Labrador (Universidad del Norte, Colombia - Uninorte Department of Social Communication) e Maria Fernanda Jiménes Naranjo (Periodista- Productora en Canal 15 UCR, Costa Rica) reúne iniciativas da sociedade civil relacionadas à comunicação e deficiência, bem como realiza pesquisas transversais, que envolvem várias realidades latino-americanas em três eixos: análises midiáticas, análises de produções comunicacionais da sociedade civil e acessibilidade.

Cooperação Institucional

Nacional


As professoras Rousiley Maia e Regiane Garcêz participam do Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação tem como objetivo avançar e aprofundar a discussão sobre a democracia brasileira, tendo em vista sua organização, os hábitos democráticos da população e a organização da mídia no país. O Instituto faz parte do Programa de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) e é formado por grupos de pesquisas de quatro instituições principais: UFMG, IESP/UERJ, Unicamp e UnB e por pesquisadores da USP, UFPR, UFPE, UNAMA, IPEA e, internacionalmente, do CES/UC e da UBA.

Com participação de professores e professoras de diversas Universidades nacionais e internacionais, o Seminário Internacional de Comunicação Organizacional (SICO) configura-se hoje, como pôde ser evidenciado nas quatro edições do evento (em 2013, 2014, 2016 e 2018), como espaço altamente qualificado para apresentação e discussão de pesquisas nacionais e internacionais de ponta no campo da Comunicação Organizacional. O evento congrega uma rede de pesquisadores em comunicação organizacional das seguintes universidades e IES: USP, PUC-RS, PUC-MG, UnB, UFMG, UFV, UFRGS, UFSM, UERJ, UFTPR, ESPM, Casper Líbero e UNA-BH.

A partir do Grupo Tramas Comunicacionais foi implementado em 2018 o Programa Nacional de Cooperação Acadêmica na Amazônia - PROCAD Amazônia. A equipe do PPGCOM é composta pelos professores Carlos Alberto de Carvalho, Bruno Souza Leal, Elton Antunes e Phellipy Jácome. O Programa tem coordenação geral da profa. Liana Vidigal Rocha, da Universidade Federal do Tocantins. Participa do Programa a Universidade do Amazonas (UNAMA).

O grupo Poéticas da Experiência mantém cooperação com mestres e lideranças de culturas africanas e indígenas, além de colegas das seguintes instituições: UFRJ, UnB, UFRB, USP, UFPE e UFF.

Há colaboração entre o NUcCOM e o Laboratório de Estudos da Imagem e Cibercultura (LABIC), coordenado pelo prof. Fábio Malini.

Internacional


O Grupo de Pesquisa em Mídia e Esfera Pública (EME) desenvolve, desde 2011, parceria com o prof. Dr. Hartmut Wessler, da Universidade de Mannheim, na Alemanha. O grupo também possui cooperação com Jürg Steiner, da University of North Carolina (College of Arts and Sciences, Department of Political Science), e com as universidades de Mannheim (Alemanha), de Canberra (Austrália) e de Queenslad (Austrália); de Berna (Suíça); e da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. O grupo mantém ainda uma parceria com o Laboratório Gresec, Université Grenoble Alpes.

O GRIS (Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade) mantém interlocução com o Centre National de la Recherche Scientifique/CNRS, na França, através do Projet Institucional de Cooperátion Scientifique PICS 06714 - Patrimoines-Images- Médias-Identités (PIMI).

O Grupo de pesquisa Tramas Comunicacionais tem parceria com a Universidade do Minho (CECS-Centro de Estudos e Comunicação e Sociedade), desenvolvendo a pesquisa 'O quão vulneráveis somos? Vulnerabilidade e mídia em perspectiva comparada (Brasil e Portugal)'. Mantém também parceria com a Facultad de Ciencias de la Comunicación, da Universidade Nacional de Córdoba (Argentina) e com a Universidade Complutense de Madrid, com desenvolvimento da pesquisa 'Problemas públicos y controversias: diversidad y participación en la esfera mediática', coordenada no Brasil pelo professor Bruno Souza Leal;

O Núcleo de Estudos em Estéticas do Performático desenvolve parceria com pesquisadores da Universidade Complutense de Madrid. o prof. Carlos Mendonça mantém cooperação científica junto ao Institut Mines-Télécom (Télécom Business School) e parceria com os profs. Jean-Luc Moriceau e Pierre-Antoine Chardel.

O COMCULT mantém, desde 2013, projeto de Cooperação Internacional com a Universidad Nacional da Colômbia.

O projeto Observatório Latino-americano de Comunicação e Deficiência é coordenado por Regiane Garcêz em parceria com as professoras Sandra Meléndez-Labrador (Universidad del Norte, Colombia - Uninorte Department of Social Communication) e Maria Fernanda Jiménes Naranjo (Periodista- Productora en Canal 15 UCR, Costa Rica).

A professora Ângela Marques mantém colaboração com a Université Stendhal, Grenoble III; Institut Mines-Télécom (Évry), Université Sorbonne Paris IV (CELSA); UQAM e Université Pierre Mendes France.

A professora Maria Aparecida Moura mantém colaboração com a Université Paris-Est Créteil Val-de-Marne, UPEC, França.

No Grupo de Pesquisa Pragmáticas da imagem, a professora Cláudia Mesquita mantém colaboração com a Université de la Sorbonne Nouvelle -Paris 3. O prof. Eduardo de Jesus colabora com PeterWerner Schulze, diretor do Instituto Luso-Brasileiro da Universidade deColônia (Alemanha).

O Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermídia (NucCon), vinculado ao CCNM mantém projeto de Cooperação Internacional Parceria Timor/Brasil para comunicação de interesse público (contemplada pelo PAPCI Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG. Há ainda cooperação com a Comunicación Universitat Autnoma de Barcelona, com a National Research University Higher School of Economics (Rússia) e com a Jnkping University (School of Education and Communication). O professor Carlos D'Andrea assinou convênio de cooperação com a Universidade de Amsterdã (UvA), Departamento de Estudos de Mídia.

É importante destacar a presença constante, no PPGCOM, de pós-graduandos estrangeiros, seja via co-tutela ou PEC-PG (Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação).

Contato
ppgcom@fafich.ufmg.br

(31) 3409-5072

Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas

Secretaria do Programa de Pós-graduação em Comunicação Social

Av. Antônio Carlos, 6627 - Campus Pampulha - Sala 4234 - 4º Andar
CEP: 31270-901 - Belo Horizonte/MG